Última atualização: 20-04-2017 17:45:56
Imprimir
Página actualizada em 02-09-2014 12:01:40

5.º Aniversário do GILM

Grupo Informal de Literacia para os Media

Em 30 de julho de 2009, um pequeno conjunto de instituições altamente empenhado em desenvolver a literacia para os media no nosso país, constituído, para além do GMCS, pelo Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade (CECS) da Universidade do Minho, pela Comissão Nacional da Unesco (CNU), pelo Conselho Nacional de Educação (CNE) e pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC), reuniu-se no Palácio Foz com o objetivo de criar um grupo informal que, trabalhando em rede, pudesse realizar projetos e atingir objetivos, cuja dimensão ultrapassasse o somatório das capacidades alcançáveis por cada uma das entidades de forma isolada.

Assim nasceu o GILM – Grupo Informal de Literacia para os Media – atualmente mais alargado, incorporando também a Direção-Geral da Educação (DGE), a Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), a Rádio e Televisão de Portugal (RTP), a Rede de Bibliotecas Escolares (RBE), bem como, a título individual e na qualidade de peritas, as Dr.ª s Maria Emília Brederode Santos e Maria Teresa Calçada.

Ao longo dos cinco anos de existência o GILM percorreu um caminho significativo baseado em realizações, em sonhos (naturalmente maiores que as possibilidades de concretização), em ligações e cumplicidades.

O GILM é um excelente exemplo do que o trabalho em rede pode proporcionar, sobretudo quando a rede em causa assenta em laços criados com entusiasmo e segurança. 

Na verdade, somente a partir de uma sólida conjugação de interesses e de energias se torna possível o GILM já a preparar um 3.º Congresso Internacional sobre Literacia, Media e Cidadania (Lisboa, 17-18 de abril de 2015), tendo entretanto organizado, ao longo de meia década de existência, para além dos dois congressos anteriores (o primeiro em 2011 e o segundo em 2013), outras iniciativas relevantes e diversificadas como a jornada “Um Dia com os Media”, as operações “Sete Dias com os Media”, a colocação online do Portal da Literacia Mediática, a formação do Observatório Mil Obs, a edição das agendas de atividades 25+1 e de literacia digital, o desenvolvimento de um estudo piloto de avaliação de níveis de LM junto de alunos do 12.º ano, o lançamento de concursos escolares no âmbito da Educação para os Media, a promoção de eventos de reflexão e debate com a participação de personalidades de relevo na vida nacional quer pública, quer académica.

Parece-nos, pois, que a atividadae do GILM justifica que nos congratulemos com a sua criação e que acreditemos que a intensidade dos próximos cinco anos será de molde a permitir a celebração de uma década de sérios e valiosos contributos para a elevação dos níveis de literacia para os media da população portuguesa.

Imprimir
Página actualizada em 02-09-2014 12:01:40