Warning: date(): It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected the timezone 'UTC' for now, but please set date.timezone to select your timezone. in /home/gmcspt/public_html/frontend/paginas/paginas_ui.php on line 623

Warning: date(): It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected the timezone 'UTC' for now, but please set date.timezone to select your timezone. in /home/gmcspt/public_html/frontend/paginas/paginas_ui.php on line 623

Warning: mktime(): It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected the timezone 'UTC' for now, but please set date.timezone to select your timezone. in /home/gmcspt/public_html/frontend/eventos/eventos.php on line 288

Warning: date(): It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected the timezone 'UTC' for now, but please set date.timezone to select your timezone. in /home/gmcspt/public_html/frontend/paginas/paginas_ui.php on line 416
Incentivos | GMCS
Última atualização: 20-04-2017 16:45:56
Imprimir
Página atualizada em 30-10-2015 11:42:21

Incentivos do Estado à Comunicação Social

Novo regime de incentivos do Estado à comunicação Social

Novo regime de incentivos - aprovação em Conselho de Ministros

Este novo regime mantém a aplicação preferencial à imprensa local e regional, e integra incentivos para publicações periódicas de âmbito nacional, por se considerar que uma separação estanque entre imprensa de âmbito nacional e imprensa de âmbito local e regional impede formas de colaboração e associação entre órgãos de comunicação social.

No mesmo sentido são criados novos incentivos ao desenvolvimento de parcerias, aposta-se na formação profissional, bem como um incentivo à acessibilidade de cidadãos com deficiência aos media.

Um pilar fundamental do novo regime passa por promover uma maior interligação entre o regime de incentivos à comunicação social e outros sistemas de incentivos públicos, uns dirigidos à formação, outros à inovação ou à qualificação, a que as empresas de comunicação social, profissionais e jornalistas também poderão aceder. Neste âmbito é garantida a adequada articulação com os sistemas de incentivos suportados por fundos europeus.

Criação e gestão do gabinete de coordenação do regime de incentivos à comunicação social de âmbito regional e local e de incentivo à leitura e ao acesso à informação

Incentivos Diretos

A partir de 1 de Janeiro de 2005, o sistema de incentivos do Estado à comunicação social passou a reger-se pelo Decreto-Lei n.º 7/2005, de 6 de Janeiro.


Comporta as seguintes modalidades (Artigo 2.º do Decreto-Lei n.º 7/2005):

  • Incentivos financeiros directos que se destinam a apoiar o financiamento das empresas jornalísticas e de radiodifusão, bem como de projectos no âmbito da comunicação social;
  • Outros incentivos que se destinam a apoiar a formação e a integração dos profissionais da comunicação social, a promoção da leitura e o desenvolvimento da sociedade da informação e do conhecimento.

Passaram a existir os seguintes Incentivos Diretos:

• Incentivo à Iniciativa Empresarial e Desenvolvimento Multimedia;
• Incentivo à Qualificação e ao Desenvolvimento dos Recursos Humanos;
• Incentivo à Investigação e à Edição de Obras sobre Comunicação Social;
• Incentivos Específicos.


A partir de 31 de Março de 2007, o incentivo à iniciativa empresarial e desenvolvimento multimedia e  o incentivo à qualificação e ao desenvolvimento dos recursos humanos foram substituídos por um único incentivo à consolidação e ao desenvolvimento das empresas de comunicação social regional e local (n.º 2 do artigo 30.º do Decreto-Lei n.º 7/2005, de 6 de Janeiro).  A partir de então, passaram a existir os seguintes incentivos diretos:

•Incentivo à Consolidação e ao Desenvolvimento das Empresas de Comunicação Social Regional e Local (ICDE);
•Incentivo à Investigação e à Edição de Obras sobre Comunicação Social;
•Incentivos Específicos. 


Incentivos Indiretos

Os incentivos indiretos subsumem-se ao Incentivo à Leitura que consiste na comparticipação financeira parcial, por parte do Estado, do envio, pelo correio, das publicações periódicas regionais para o território nacional e estrangeiro. Este incentivo veio substituir o Porte Pago em 2007.

 

Outros Apoios 
O Estado suporta os encargos totais com a expedição, por via aérea e marítima, das publicações não periódicas e das publicações  periódicas de informação geral entre o continente e as Regiões Autónomas, por forma a que os preços de venda ao público das publicações sejam iguais em todo o território nacional. 

 

Imprimir
Página atualizada em 30-10-2015 11:42:21